As vantagens da conexão Brasil-Europa via cabo submarino

<div class="toolkit-image-container media_box full-dimensions771x420"> <div class="toolkit-image-container__edges edges"> <img class="toolkit-image-container__image croppable" src="https://img.r7.com/images/cabo-submarino-16062021222851956?dimensions=771×420" title="Cabo está sujeito a menos interferências do que um satélite e tem maior custo-benefício" alt="Cabo está sujeito a menos interferências do que um satélite e tem maior custo-benefício" /> <div class="gallery_link"> </div> </div> <div class="toolkit-image-container__info content_image" data-dimensions="771×420"> <span class="toolkit-image-container__caption legend_box ">Cabo está sujeito a […]

22 de junho de 2021

<div class="toolkit-image-container media_box full-dimensions771x420">

<div class="toolkit-image-container__edges edges">
<img class="toolkit-image-container__image croppable" src="https://img.r7.com/images/cabo-submarino-16062021222851956?dimensions=771×420" title="Cabo está sujeito a menos interferências do que um satélite e tem maior custo-benefício" alt="Cabo está sujeito a menos interferências do que um satélite e tem maior custo-benefício" />
<div class="gallery_link">
</div>

</div>
<div class="toolkit-image-container__info content_image" data-dimensions="771×420">
<span class="toolkit-image-container__caption legend_box ">Cabo está sujeito a menos interferências do que um satélite e tem maior custo-benefício</span>
<span class="toolkit-image-container__credit credit_box ">ABL Group</span>
</div>
</div>

<p>
O Brasil e a Europa estão mais próximos desde o dia 1º de junho. Não em distância, claro, mas em tempo de transmissão de dado com a <strong><a href="https://noticias.r7.com/tecnologia-e-ciencia/cabo-submarino-de-fibra-optica-que-liga-brasil-a-europa-e-inaugurado-01062021" target="_blank">inauguração do primeiro cabo submarino de fibra óptica entre o país e o velho continente</a></strong>.</p>
<p>
Uma das principais vantagens de ter um gigantesco cabo instalado no fundo do oceano é uma menor interferência durante a troca de informação do que pelo uso de um satélite na órbita do planeta. </p>

<div class="toolkit-card-primary mb-7" data-dp6-item=’vejaTambem’>
<div class="toolkit-card-primary__body">
<h6 class="toolkit-card-primary__title">
Veja também
</h6>
<ul class="toolkit-list d-flex">
<li class="toolkit-card-secondary">
<a href="http://noticias.r7.com/internacional/maior-cabo-eletrico-submarino-do-mundo-liga-noruega-e-reino-unido-15062021" title="Maior cabo elétrico submarino do mundo liga Noruega e Reino Unido">
<img alt="Maior cabo elétrico submarino do mundo liga Noruega e Reino Unido" title="Maior cabo elétrico submarino do mundo liga Noruega e Reino Unido"
class="toolkit-card-secondary__image" src="https://img.r7.com/images/reino-unido-usina-energia-eolica-15062021151947963?dimensions=221×126">
<div class="toolkit-card-secondary__hat ">Internacional</div>
<h3 class="toolkit-card-secondary__title">Maior cabo elétrico submarino do mundo liga Noruega e Reino Unido</h3>
</a>
</li>
<li class="toolkit-card-secondary">
<a href="http://noticias.r7.com/tecnologia-e-ciencia/elon-musk-testa-internet-por-satelites-e-comemora-resultado-22102019" title="Elon Musk testa internet por satélites e comemora resultado">
<img alt="Elon Musk testa internet por satélites e comemora resultado" title="Elon Musk testa internet por satélites e comemora resultado"
class="toolkit-card-secondary__image" src="https://img.r7.com/images/elon-musk-satelites-internet-24052019133757138?dimensions=221×126">
<div class="toolkit-card-secondary__hat ">Tecnologia e Ciência</div>
<h3 class="toolkit-card-secondary__title">Elon Musk testa internet por satélites e comemora resultado</h3>
</a>
</li>
<li class="toolkit-card-secondary">
<a href="http://noticias.r7.com/tecnologia-e-ciencia/spacex-poe-em-orbita-60-satelites-e-lancara-outros-60-na-sexta-feira-04022021" title="SpaceX põe em órbita 60 satélites e lançará outros 60 na sexta-feira ">
<img alt="SpaceX põe em órbita 60 satélites e lançará outros 60 na sexta-feira " title="SpaceX põe em órbita 60 satélites e lançará outros 60 na sexta-feira "
class="toolkit-card-secondary__image" src="https://img.r7.com/images/falcon-9-04022021173826423?dimensions=221×126">
<div class="toolkit-card-secondary__hat ">Tecnologia e Ciência</div>
<h3 class="toolkit-card-secondary__title">SpaceX põe em órbita 60 satélites e lançará outros 60 na sexta-feira </h3>
</a>
</li>
</ul>
</div>
</div>

<p>
"Toda tecnologia que funciona por meio de satélites geoestacionários (aqueles que completam em órbita a rotação ao redor da Terra no tempo de 24 horas) está sujeita a interferência, sobretudo em dias de chuvas e tempestades", explica Cristiano Panazio, engenheiro de telecomunicações e professor na USP (Universidade de São Paulo).</p>
<p>
A estrutura também possibilita uma menor latência, ou seja, um intervalo de tempo menor entre ação e reação, e, consequentemente, uma comunicação mais eficiente.</p>
<p>
"Enquanto um satélite geoestacionário está instalado a cerca de 36 mil quilômetros de altitude, para além da órbita da Terra, um cabo submarino tem apenas alguns milhares de quilômetros de extensão, fazendo com o que o dado seja enviado muito mais rapidamente", diz Cristiano.</p>
<p>
O físico Eric Fagotto, professor do curso de Engenharia Elétrica da PUC-Campinas (Pontifícia Universidade Católica de Campinas) destaca com vantagem a vida últil da estrutura que cruza o mar. Um cabo submarino permanece em operação por 25 anos, já um satélite consegue funcionar por até 10 anos. Além de durar mais, o custo para a instalaçaõ é menor na água do que no espaço.</p>
<p>
Fagotto compara o projeto <strong><a href="https://noticias.r7.com/tecnologia-e-ciencia/primeiros-satelites-de-internet-de-elon-musk-entram-em-orbita-24052019" target="_blank">Starlink</a></strong>, da SpaceX, empresa do bilionário Elon Musk, que tem como objetivo oferecer acesso rápido à internet em qualquer lugar do mundo por meio de 12 mil satélites de baixa órbita com o investimento para a instalação do cabo Brasil-Europa. </p>
<p>
"Com esses 12 mil satélites, a SpaceX pretende atingir a capacidade de 247 terabits a um custo de US$ 250 milhões (R$ 1,26 bilhão) por satélite, totalizando US$ 3 bilhões (R$ 15,16 bilhões)", diz. "O cabo que conecta o Brasil e a Europa, por sua vez, tem capacidade para 100 terabits e demandou um investimento de € 185 milhões (R$ 1,22 bilhão)."</p>

<div class="media_box embed intertitle_box">

<div class="content">Qual a importância do novo cabo?</div>
<span class="author"></span>
</div>

<p>
De acordo com Panazio, atualmente, são transmitidos por cabos submarinos quaisquer tipos de dados digitais, como fotos, vídeos e áudios. Fagotto complementa que cerca de 98% do tráfico da internet transita hoje pelas estruturas subaquáticas.</p>
<p>
O cabo recém inaugurado impacta diretamente na vida dos brasileiros. Enquanto um dado enviado por satélite leva centenas de milissegundos (um milésimo de segundo) para chegar ao destino final, a comunicação via cabo submarino tem uma latência de cerca de 60 milissegundos.</p>
<p>
"Se levado em consideração atividades como vídeo conferências e jogos online, uma latência de centenas de milissegundos já seria relativamente importuna", afirma Panazio. "Em outros cenários, como no mercado financeiro, por sua vez, essa latência se tornaria impraticável."</p>
<p>
No caso específico do cabo submarino que liga o Brasil e a Europa, há ainda uma outra vantagem: a estrutura não passa pelos Estados Unidos, o que encurta a distância percorrida e proporciona atrasos ainda menores. Até então, a maioria das transmissões passavam, necessariamente, pelos EUA.</p>
<p>
Um sinal saído de Fortaleza, por exemplo, chegará em Lisboa após cerca de 60 milissegundos e percorrerá a distância São Paulo-Marselha (França) em 120 milissegundos. Os tão esperados benefícios da tecnologia 5G dependerão não somente de alta capacidade, mas também da baixa latência.</p>
<p>
"Há ainda a previsão de se disponibilizar parte da infraestrutura do cabo para pesquisas e educação, o que poderá contribuir para o desenvolvimento das novas tecnologias para a internet e a inserção digital", diz Fagotto.</p>
<p>
"Em resumo, trata-se de um cabo moderno, de alta capacidade, que abre portas para a utilização e o desenvolvimento de novas tecnologias, inserção digital e, como não poderia deixar de ser, grandes negócios. Não há dúvidas de que todas essas atividades serão beneficiadas por esta infraestrutura independente e mais segura", completa.</p>

<div class="media_box embed video_box full-dimensionsundefined" data-name="r7">

<iframe src="https://player.r7.com/video/i/6019e7151df97b51e3000068" width="640" height="360" frameborder="0" loading="lazy" allowfullscreen></iframe>
</div>

<p>
<em>*Estagiária do <strong>R7</strong> sob supervisão de Pablo Marques</em></p>

?>